Deputado Alysson Lima filia no Solidariedade

Filiação Solidariedade 2

O deputado federal Lucas Vergílio (Solidariedade) acertou hoje a filiação no seu partido do deputado estadual Alysson Lima, que tem projeto de ser candidato a prefeito de Goiânia nas eleições deste ano. A filiação, que vinha sendo costurada há algumas semanas, foi confirmada hoje à tarde (05/02) em Brasília com a presença do presidente nacional do Solidariedade, o deputado federal Paulinho da Força (SP).

“É com muita satisfação que vamos receber no Solidariedade um deputado jovem e que representa a renovação política em Goiás. Alysson já mostrou seu valor como vereador de Goiânia e tem realizado ótimo mandato como deputado na Assembleia Legislativa à favor da população goiana. Terá todo o nosso respaldo para continuar e ampliar sua atuação parlamentar e para novos projetos na capital e no Estado”, afirma Lucas Vergílio.

Com a filiação de Alysson Lima, o Solidariedade passará a ter três parlamentares na Assembleia de Goiás. Os outros são os deputados Amilton Filho e Thiago Albernaz. Será a terceira maior bancada na Casa, ao lado do Pros. “O nosso partido tem crescido muito nos últimos anos em Goiás, principalmente com o ingresso de lideranças novas e jovens. Nossa prioridade para as eleições municipais deste ano será ampliarmos nosso quadro de prefeitos e de vereadores no Estado”, afirma Lucas Vergílio.

O deputado Alysson Lima foi eleito em 2018 pelo PRB com 30,8 mil votos, sendo um dos mais votados para a Assembleia nesta atual legislatura. Natural da cidade de Londrina (PR), mudou com a família aos 10 anos de idade para Goiás. Casado, pai de três filhos, é jornalista com especialização em marketing. Fez sua carreira nas principais rádios de Goiânia e como apresentador de programas jornalísticos na TV da capital.

Alysson Lima já demonstrou interesse em se candidatar a prefeito de Goiânia no ano passado, quando começou a procurar partidos com quem o deputado tem maior afinidade ideológica. Desde então, tem negociado pacificamente a sua saída do PRB. Na Assembleia, o parlamentar mantém uma linha de independência ao governo estadual, assim como fez no mandato de vereador na Câmara de Goiânia em relação à gestão do prefeito Iris Rezende (MDB).