Diap: Lucas Vergílio entre os 150 mais influentes do Congresso

Card - Diap

Card - DiapO deputado federal Lucas Vergílio (Solidariedade/GO) foi escolhido um dos 50 parlamentares em ascensão e entre os 150 mais influentes do Congresso Nacional, que possui 594 deputados federais e senadores. A lista “Cabeças do Congresso”, divulgada nesta sexta-feira (17/07), é elabora desde 1994 pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), que leva em consideração o parlamentar que, isoladamente ou em conjunto com outras forças, é capaz de criar seu papel e o contexto para desempenhá-lo.

“É um importante reconhecimento do nosso trabalho na Câmara dos Deputados, que me motiva a trabalhar ainda mais para defender projetos importantes para o País e as demandas do nosso Estado. Isto exige muita dedicação e diálogo no Congresso e no governo federal”, afirma Lucas Vergílio, que está no seu segundo mandato de deputado federal por Goiás. Detalhe: Lucas não ocupa neste ano cargo na mesa diretora, liderança de bancada ou presidência de partido, funções que somam pontos para a lista do DIAP.

Exemplo recente da atuação de Lucas Vergílio foi a sua articulação com a bancada federal goiana para que destinasse mais da metade de suas emendas para estruturar melhor as redes municipais e estadual de Saúde em Goiás no combate à pandemia da Covid-19. O deputado conseguiu liberar o repasse federal de mais de R$ 15 milhões, apenas de suas emendas de 2019, para a saúde pública em Goiás.

O DIAP leva em consideração os deputados federais e senadores que conseguem se diferenciar dos demais pela capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.

Os parlamentares em “ascensão” são os deputados ou senadores que vem recebendo missões partidárias, políticas ou institucionais e se desincumbindo bem delas. Estão também nessa categoria os parlamentares que têm buscado abrir canais de interlocução, criando seus próprios espaços e se credenciando para o exercício de lideranças formais ou informais no âmbito do Parlamento. O DIAP considera que os parlamentares em ascensão estão entre os 150 mais influentes do Congresso Nacional.